FAQ - Perguntas frequentes | Nutella Vamos Falar de Qualidade

FAQ - Perguntas Frequentes

Nutella® responde suas perguntas

O AÇÚCAR DE NUTELLA®

icon

Que tipo de açúcar utilizam em Nutella®?

Os tipos de açúcar que adquirimos a nível global podem ser classificados da seguinte maneira: 75% de açúcar de beterraba e 25% de açúcar refinado de cana. 

icon

Qual é a opinião da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA, nas suas siglas em inglês) acerca do óleo de palma?

Segundo as recentes recomendações da EFSA, alguns contaminantes térmicos (2MCPD, 3MCPD, GE) estão presentes num vasto leque de alimentos e podem-se encontrar em quantidades consideráveis em óleos vegetais sujeitos a altas temperaturas durante o processamento alimentar. Esses contaminantes formam-se de maneira significativa quando o óleo atinge uma temperatura superior a 200 ºC. A EFSA reconheceu que o setor começou a otimizar os processos através de temperaturas baixas e que os resultados são prometedores, contudo, espera-se ir mais além. Os óleos e as gorduras têm, consequentemente, níveis mais baixos de contaminantes do que aqueles tradicionalmente disponíveis no mercado. Isso possibilita a criação de produtos com níveis mínimos de contaminantes que se ajustam perfeitamente aos parâmetros definidos pela EFSA. 

O ÓLEO DE PALMA SUSTENTÁVEL DE NUTELLA®

icon

O óleo de palma utilizado na produção de Nutella® afeta o ambiente?

A Ferrero uniu-se à Mesa Redonda do Óleo de Palma Sustentável (RSPO) em 2005. Esta associação estabeleceu uma série de princípios que regem a produção e a utilização do óleo de palma social e ambientalmente sustentável. Desde dezembro de 2013, a Nutella produzida em todo o mundo contém óleo de palma certificado pela RSPO como 100% segregado. Além disso, a responsabilidade da Ferrero não acaba na certificação: o seu compromisso continua através da sua Carta do Óleo de Palma, publicada em 2013, com o fim de abordar as causas da desflorestação e criar um equilíbrio entre a conservação do ambiente, as necessidades da comunidade e a viabilidade e o benefício económico. Além disso, a Ferrero apoia de forma ativa o POIG, uma iniciativa levada a cabo por inúmeros intervenientes, cuja missão é transformar a indústria do óleo de palma, e romper o vínculo entre óleo de palma, destruição das florestas e das turfeiras e violação dos direitos humanos e laborais.

icon

O óleo de palma tem efeitos negativos na saúde?

Ao contrário do que dizem certas vozes oportunistas, não é correto afirmar que o óleo de palma é prejudicial para a saúde humana.  A Ferrero pôs sempre a máxima atenção na qualidade dos seus produtos e das suas matérias-primas. O óleo de palma é utilizado essencialmente pela sua origem natural; a sua estrutura é ideal para produtos de confeitaria e cremes de barrar e, consequentemente, torna o uso das gorduras hidrogenadas desnecessário.  O óleo de palma tem sido usado pelo ser humano há milhares de anos. São muitos os estudos científicos que corroboram a neutralidade dos efeitos do óleo de palma no metabolismo com uma alimentação equilibrada.  

icon

Os óleos vegetais de Nutella® são hidrogenados?

Não. O óleo vegetal contido em Nutella® é o óleo de palma, que é extraído de forma natural da fruta da palma e confere ao creme para barrar a sua consistência cremosa.  Por esta razão, o produto não tem de ser submetido a um processo de hidrogenação, responsável pela formação de gorduras trans, que são consideradas particularmente pouco saudáveis, tanto pelas autoridades como pela comunidade científica.  

icon

O que é exatamente a Carta do Óleo de Palma Ferrero?

A Carta do Óleo de Palma Ferrer reflete a nossa decisão de reforçar o nosso compromisso com o óleo de palma sustentável. Consiste numa série de diretrizes que visam erradicar as principais causas da desflorestação, assim como criar um equilíbrio entre as questões ambientais e sociais, por um lado, e o lucro, por outro.  Os 10 objetivos estabelecidos pela Ferrero na sua sua Carta do Óleo de Palma podem resumir-se da seguinte forma:  
1. Rastreabilidade da cadeia de fornecimento  
2. Não abater florestas com elevados teores de carbono  
3. Não utilizar o fogo para desbastar terrenos  
4. Não plantar em solos de turfa  
5. Proteção de espécies em perigo  
6. Monitorização das emissões de gases com efeito de estufa  
7. Defesa dos direitos humanos, incluindo o consentimento prévio livre e esclarecido  
8. Defesa dos direitos dos trabalhadores  
9. Não utilizar paraquato (herbicida)  
10. Luta ativa contra a corrupção  
Todas estas questões são analisadas em parceria com a TFT (http://www.tft-earth.org/)

icon

Nutella® é segura para os consumidores?

Sim, Nutella® é completamente segura para o consumo. Para a Ferrero, a saúde e o bem-estar dos consumidores são sempre uma prioridade absoluta. Nomeadamente, as alegações de que Nutella pode provocar cancro ao conter óleo de palma são irresponsáveis e não se baseiam em provas científicas. 

icon

Porque é que Nutella® usa óleo de palma na sua receita?

O óleo de palma é a melhor opção para garantir que o produto apresente a consistência e a estrutura adequadas, e não interfere com os sabores característicos de outros ingredientes. Mais importante ainda, não recorre ao processo de hidrogenação, que produz gorduras trans, que já foram reconhecidas pelas autoridades e pela comunidade científica como prejudiciais para a saúde. Muitos outros óleos teriam de ser submetidos à hidrogenação para criar a consistência necessária para os nossos produtos. 

icon

A EFSA mencionou alguma vez Nutella® nas suas recomendações?

A EFSA nunca mencionou Nutella® nas suas recomendações, nem nunca recomendou que se deixasse de consumir óleo de palma. Além do mais, Nutella® nunca foi retirada das prateleiras dos supermercados em nenhum país. 

AS AVELÃS DE NUTELLA®

icon

Onde é que adquirem as vossas avelãs?

As nossas avelãs são maioritariamente provenientes da Turquia e da Itália. A Ferrero é um dos maiores utilizadores de avelãs a nível mundial. Por esta razão, a nossa intenção é implementar uma rastreabilidade a 100% para as nossas avelãs até 2020. 

O LEITE DE NUTELLA®

icon

Porque é que utilizam leite em pó em Nutella®?

O uso de leite em pó nos produtos de chocolate e confeitaria tem uma finalidade tecnológica.  A qualidade do leite magro em pó depende essencialmente da qualidade do leite fresco do qual é obtido. Selecionamos o leite de acordo com uma série de critérios, frequentemente mais estritos do que aqueles estabelecidos por lei. 

O CACAU DE NUTELLA®

icon

A utilização de mão de obra infantil é uma constante nas plantações de cacau na África Ocidental. Qual é a vossa posição em relação a este assunto?

Em consonância com o Código de Conduta nos Negócios, a Ferrero reafirma a sua intenção de contribuir para erradicação do trabalho infantil, nomeadamente nas suas formas mais prejudiciais, assim como qualquer tipo de escravatura, trabalho forçado ou penal.  O Código de Conduta nos Negócios da Ferrero baseia-se na Convenção 138 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no que concerne à idade mínima de admissão ao emprego, assim como na Convenção 182 da OIT relativamente às piores formas de trabalho infantil.  A Ferrero assegura que os seus fornecedores cumprem com os princípios do supramencionado Código. O Código de Conduta nos Negócios da Ferrero pode ser consultado nesta página (https://www.ferrero.com/social-responsibility/code-of-business-conduct/s...).Poderá encontrar mais informação acerca da posição da Ferrero relativamente ao trabalho infantil na cadeia de fornecimento de cacau aqui (https://www.ferrerocsr.com/news/Ferreros-position-on-child-labour-within...). 

icon

De onde é que provém o vosso cacau?

O cacau utilizado em Nutella® provém essencialmente da Costa do Marfim e do Gana.  A Ferrero processa os grãos de cacau crus para produzir cacau em pó diretamente nas suas fábricas.  

icon

Como é que o cacau utilizado na produção de Nutella® afeta o ambiente?

A Ferrero assinou Quadros de Ação com vista a pôr termo à desflorestação e restaurar áreas florestais nos países produtos de cacau, Costa do Marfim e Gana. Enquanto parte integrante destes Quadros na Costa do Marfim e no Gana, a indústria do chocolate e do cacau irá implementar sistemas de monitorização que permitam a rastreabilidade desde a exploração agrícola até ao primeiro ponto de comercialização para as suas próximas aquisições de cacau. O setor irá trabalhar igualmente com os governos da Costa do Marfim e do Gana com o fim de garantir um quadro nacional eficaz para a rastreabilidade de todos os comerciantes da cadeia de fornecimento. Por outro lado, a Ferrero mantém-se dedicada à sua tarefa em curso de fazer o mapeamento de toda a cadeia de fornecimento até à entrada da exploração agrícola, potenciando também parcerias que possam melhorar a qualidade de vida dos agricultores e das respetivas comunidades com entidades colaboradoras como Save the Children e a União de Cooperativas e Comércio Justo ECOOKIM.