Our Hazelnuts Trees | Nutella

AS NOSSAS AVELÃS

Os esforços da Ferrero para garantir a sustentabilidade ao longo de toda a cadeia de abastecimento de avelãs incluem a rastreabilidade deste ingrediente.

As nossas avelãs provêm principalmente da Turquia, Itália, Chile e EUA. A Ferrero está comprometida em alcançar a rastreabilidade total das avelãs que adquire dentro da cadeia de valor desta matéria-prima. A rastreabilidade da cadeia de valor da avelã da Ferrero traduz-se em ser capaz de rastrear as avelãs até à sua origem, seja numa plantação ou num conjunto de plantações. Atingir este objetivo tem sido um enorme desafio em certos países onde as cadeias de fornecimento são maiores e mais complexas. Nalguns países alcançaram-se maiores níveis de rastreabilidade. No Chile e nos EUA, por exemplo, a Ferrero alcançou a rastreabilidade total.

Our Hazelnuts | Nutella
hazelnuts

A Ferrero publicou uma Carta sobre as avelãs, que foi desenvolvida em colaboração com a Earthworm Foundation. A Carta das Avelãs Ferrero definem os requisitos e compromissos da Ferrero no que concerne a uma aquisição responsável de avelãs. A Carta baseia-se nas prioridades selecionadas da Ferrero em três áreas: Direitos Humanos e Práticas Sociais, Proteção Ambiental e Sustentabilidade e Transparência dos Fornecedores, com vista a constituir-se com uma força motriz por trás da indústria das avelãs, criando assim valor para todos. Para permitir a implementação da referida Carta serão vitais o programa de sustentabilidade da Ferrero, os Valores Agrícolas Ferrero para as avelãs, assim como as parcerias e a colaboração com fornecedores, parceiros de confiança e outros intervenientes da cadeia de valor.



De onde vêm as nossas avelãs?
Clica para viajar

Garantindo qualidade e frescura

As avelãs utilizadas em Nutella® provêm de plantações de avelãs situadas, na sua maioria, nos clima temperados do Mediterrâneo. As nossas avelãs provêm de diferentes partes do mundo, sendo os nossos principais lugares de origem a Turquia, a Itália, o Chile e os EUA. A região do Mar Negro na Turquia representa o maior produtor de avelãs do mundo e, consequentemente, é onde adquirimos grande parte das nossas avelãs. A perícia e a tradição da Ferrero com este fruto remonta às suas origens em Itália, já que também dispõe de fornecimentos em Piemonte – onde se fundou a Ferrero –, em Lazio e na Campânia. A colheita tem lugar entre o início de agosto e o fim de setembro.



Nutella Map
Hazelnut Farm Landscape | Nutella

Para garantir a disponibilidade de avelãs frescas e de qualidade, estão a ser criados pomares de aveleiras em países do hemisfério sul, que proporcionam uma colheira adicional entre os meses de fevereiro e março. Como parte desta abordagem, a Ferrero estabeleceu explorações de aveleiras (denominadas “Agrifarms”) no Chile, Argentina, África do Sul e Austrália, assim como na Geórgia e Sérvia. Através destas explorações, a Ferrero está a desenvolver um modelo de negócio sustentável com produtores locais, partilhando e promovendo boas práticas agrícolas (viveiros, formação, assistência agronómica, etc.). Descobre mais no último relatório de Responsabilidade Social Empresarial da Ferrero, disponível aqui.

Hazelnut Farm Landscape | Nutella

Sustentabilidade na aquisição de avelãs

A visão da Ferrero em termos de sustentabilidade implica melhorar as condições das comunidades às quais adquirimos as nossas avelãs.

O programa Valores Agrícolas Ferrero (FFV) para as avelãs é implementado na Turquia a partir de 2012. No âmbito deste programa, a Ferrero desenvolveu uma Norma de Produção para as avelãs em colaboração com SCS Global Services, uma empresa global líder em serviços de certificação e sustentabilidade. Por meio do programa Valores Agrícolas Ferrero, a Ferrero trabalha com agricultores, na sua maioria pequenos proprietários, com o fim de reforçar os conhecimentos de boas-práticas agrícolas e sociais. Todos os anos, SCS Global Services, juntamente com firmas de auditoria locais, realiza auditorias aleatórias a agricultores. Ao longo da época de cultivo de 2019, as nossas equipas visitaram mais de 400 plantações por dia, tendo alcançado 21 211 agricultores. As plantações participantes aumentaram as suas colheitas numa média de 40-45%, comparativamente com outras plantações nas mesmas zonas. A Ferrero também colaborou com o GIZ (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH) com vista a desenvolver um Sistema de Monitorização e Avaliação destinado a avaliar e informar sobre a evolução e o impacto das atividades sociais e das intervenções no terreno. Este sistema reflete os dados recolhidos a partir de diferentes intervenientes, incluindo agricultores, trabalhadores, intermediários de trabalhadores e líderes de opinião das comunidades.

Um dos países onde as avelãs que atendem aos nossas padrões de alta qualidade são cultivadas é a Itália. Historicamente, este cultivo dá-se nas regiões de Piemonte, Lazio e Campânia, sendo portanto fundamental cuidar do desenvolvimento e preservação sustentável da cadeia de valor nestas áreas. Como parte do plano de abastecimento responsável, a Ferrero colabora com o provedor global de garantia DNV GL desde 2015. Esta parceria tem ajudado a Ferrero a desenvolver ações concretas no terreno com agricultores e associações, incluindo a formação e assistência em campo.

A primeira inicitiva da Ferrero, Agrichile, foi criada em 1991 no Chile, que tem um clima favorável para o cultivo de avelãs. O resultado de mais de 25 anos de atividade Agrichile, combinando a expertise dos nossos agrónomos e as altas habilidades dos agricultores chilenos, tem sido a criação de uma cadeia de valor total. Os próprios processos produtivos da Ferrero no Chile foram certificados em 2019 sob o padrão Sustainably Grown pela SCS Global Services, um programa de certificação credenciado. Este programa garante que as avelãs atendem a várias normas ambientais, que os trabalhadores rurais e as comunidades agrícolas estão protegidas e engajadas, e que a fazenda é economicamente resiliente.

Também adquirimos as nossas avelãs no Oregon, nos EUA. O Oregon conta com uma tradição consolidada (a primeira avelaneira cultivada foi plantada em Scottsburg, em 1858) e uma vasta experiência no cultivo de avelãs. O cultivo de avelãs no Oregon alcança os mais elevados níveis de rastreabilidade, e concentra-se no vale de Willamette, na região noroeste do estado, perto do oceano Pacífico. O clima oceânico nesta região é favorável ao cultivo de avelãs, permitindo o cultivo de variedades de avelãs norte-americanas de alta qualidade.

Hazelnuts Harvest Bucket Farmer | Nutella

A união de forças com os principais intervenientes

A Ferrero atribui muita importância às práticas éticas, incluindo melhores práticas de emprego na cadeia de abastecimento das avelãs. A Ferrero participa ativamente numa ampla parceria público-privada com a CAOBISCO (Associação Europeia de Indústrias do Chocolate, Biscoitos e Confeitaria) e com a OIT (Organização Internacional do Trabalho) na Turquia, através de um projeto que procura contribuir para a eliminação das piores formas de trabalho infantil da agricultura sazonal na colheita da avelã. A Ferrero está também a trabalhar com a Earthworm Foundation, uma organização sem fins lucrativos dedicada à evolução positiva das cadeias de valor, no seu programa de aquisição responsável de avelãs.

Se gostas dos nossos conteúdos, partilha em